Não é sobre talento, é sobre dedicação e prática

Não é sobre talento, é sobre dedicação e prática

Que atire a primeira pedra o fotógrafo que nunca ouvi: “Suas fotos são boas, mas com essa câmera até eu”. Mas a questão é: não é a ferramenta que torna você um especialista, e não é o talento que você possui, e sim, o tempo que você investe treinando e se dedicando.

Segundo o jornalista britânico Malcolm Gladwell, dez mil horas é o tempo necessário para você virar especialista em qualquer atividade. Esta teoria foi publicada pelo psicólogo Anders Ericsson, em 1993, onde ele constatou que essa média diferenciava os violinistas extraordinários dos medianos.

Anos mais tarde, em 2008, Gladwell baseou-se nessa pesquisa para escrever seu livro “Outliers – Fora de Série”, a qual buscou compreender como pessoas com habilidades excepcionais se destacavam em suas áreas. 

O jornalista diz que para uma pessoa ser considerada especialista em algo, precisa ter estudado e praticado pelo menos dez mil horas sobre determinado assunto.

http://www.livrosdemarketing.com.br/administracao/fora-de-serie-outliers/

Não é talento, mas sim, dedicação

Tem gente que diz que nasceu com sorte, outras com talento. Mas a verdade é:  o talento é uma predisposição do que gostamos de fazer. Essa é a razão que nos leva à dedicação prolongada de uma tarefa. E quanto mais você erra tentando fazer coisas novas e difíceis, mais evolui.

Um exemplo disso é Thomas Edison, criador do fonógrafo, microfone, projetor de cinema, lâmpada elétrica, entre tantas outras patentes. Ele sempre citava que “talento é 1% inspiração e 99% transpiração” e que quando erramos, não fracassamos, mas sim, encontramos formas das coisas não funcionarem, o que acaba facilitando na hora de acertar.

“O trabalho duro supera o talento quando o talento não trabalha duro” – Kevin Durant

O sucesso é, basicamente, a sua ética no trabalho e o quanto de esforço você está disposto a se dedicar em algo. O esforço pode compensar, e até mesmo superar, o talento. 

É uma questão de dedicação e um treinamento inteligente, combinando a teoria com a prática. O equilíbrio entre as duas mostra o essencial para desenvolver um aprendizado profundo e sólido.

E como a regra das dez mil horas pode ajudar? Ela lhe dará prática e, com ela, o aprimoramento progressivo de suas habilidades, o que é fundamental para alcançar o sucesso em qualquer atividade que você se determine a fazer.

E quando estiver desanimado, lembre-se: o talento é apenas uma predisposição e ferramentas são apenas instrumentos de trabalho. Então se dedique, trabalhe duro e pratique.

Agora conta pra gente quantas horas você já passou estudando e praticando? E se quando fez algum trabalho, deram o mérito para a ferramenta ou para o talento? Deixe seu comentário. 

Share:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
VER TAMBÉM

ARTIGOS RELACIONADOS

newsletter

Assine para receber dicas, inspirações e informações.

Escola_Casa

Escola de arte e design - Blumenau - SC | 47 3041 5101 - 47 99193 4757

Ao continuar você concorda com nossa política de uso de cookies.